Quarta-feira, 16: Plenária virtual compõe agenda de mobilização contra a Reforma Administrativa

Articulação de 4 centrais sindicais e cerca de 30 entidades no estado promove o evento virtual nesta quarta-feira, às 19h, pelo link https://adufes.webex.com/meet/adufes

Serão discutidos os principais pontos da proposta da reforma administrativa que o governo federal tenta emplacar no Congresso Nacional, no mais contundente ataque ao funcionalismo público. Elaborada pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, e abraçada pelos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e Davi Alcolumbre (DEM-AP), a “reforma” de Bolsonaro e Paulo Guedes cria mecanismos que põem fim ao chamado Regime Jurídico Único (RJU) e ampliam o sucateamento dos serviços públicos. 

A presidenta da Adufes, Ana Carolina Galvão, lembra que a reforma acaba com progressões automáticas de carreira, com as gratificações por tempo de serviço (medidas que já estão vigentes desde o começo da pandemia), além da falta de reajuste salarial. “As/os trabalhadoras/es dos serviços públicos estão há anos com salários congelados, sem haver sequer a reposição da inflação. Em compensação, parlamentares e governantes continuam recebendo altos salários, verbas complementares e outros privilégios, saqueando descaradamente os cofres públicos”, pontua.

Dia Nacional de Luta. A partir dos encaminhamentos do Fonasefe, o conjunto de entidades ligadas ao serviço público e às empresas públicas tem se articulado em Vitória desde agosto, com a secretária geral Junia Zaidan representando a Adufes. Definido para 30/9, o Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviço Público e Servidores será marcado por intensa agitação nas redes e também por um ato presencial, com observância das regras sanitárias, em local e horário a serem divulgados. “A Reforma Administrativa não é um ataque apenas aos servidores públicos, mas à população brasileira, que depende dos serviços fornecidos pelo Estado nas diversas esferas da vida social”, lembra Junia.

Fonte: Adufes

ANDES